quinta-feira, dezembro 18, 2008

Post pouco próprio para épocas natalicias

Odeio vizinhos que não respeitam o direito ao sossego de quem tem o azar de partilhar com eles um prédio. Odeio, acima de tudo, os seus risos alarves, o berreiro que fazem a qualquer hora sem se importarem com o que possam incomodar os outros. Se eu soubesse como, inventava uma espécie de raio que entrasse por baixo da porta deles e que lhes retirasse a capacidade de emitir sons. A eles e à absurdamente potente aparelhagem que têm.
(Felizmente estou nesta casa poucas vezes.)
Alguém sabe como avariar uma aparelhagem por telepatia?

8 comentários:

Noite disse...

Vai à escada e desliga-lhe o contador da luz! ;)
Se eu soubesse como avariar as cadeiras que se arrastam constantemente e a criança que anda sempre a correr e aos gritos, aqui por cima...

Zu disse...

Vamos tentar inventar o raio emudecedor de que eu falo! Dava um jeito do caraças. Olha, até na politica: o nosso inefável 1º começava a discursar, levava um raio daqueles e ficava que nem um peixe, a abrir a boca sem sair som!

Anónimo disse...

Uma queixa à administração do condomínio. Esta é a primeira sugestão. Caso não resulte, o que será bem provável, então avançaria para cocktails molotov, tipo Absolut Athens ;-)

Vj

Zu disse...

A queixa já foi feita, e nada de resultados. Ou melhor, eles até fazem menos barulho do que faziam antes (esta noite nem sequer precisei de ir tocar-lhes à porta, como já tantas vezes fiz). Mas mesmo assim ouço-os, e odeio ouvi-los. Entram no prédio aos berros, e nem dão por ela - por serem estudantes mal educados e porque, suspeito bem, já estão surdos graças às aparelhagens demasiado potentes que têm sempre ligados.
Continuo a apostar num raio silenciador. Tenho de encontrar quem o consiga inventar comigo - e depois fico milionária, porque a invenção vai ser um sucesso!

vague disse...

Hoje quem faz barulho és tu na tua casa :)
Com as vozes a ecoarem no prédio todo, mais as palmas e os parabéns.
Vinga-te, pá, vinga-te!
:)

Zu disse...

Estava bem longe dali, Vaguezinha ;)

Noite disse...

Olha, eu vou ver aqui na China, os gajos inventam tudo, vai na volta... ;)

Zu disse...

:) Noitinha, isso é que era uma invenção digna de ser importada para cá!